Departamento de Estado revoga cancelamento de vistos


 

Lusa/AO Online   Internacional   4 de Fev de 2017, 14:22

O Departamento de Estado dos Estados Unidos revogou o cancelamento de vistos para cidadãos de sete países muçulmanos, depois de um juiz federal ter bloqueado o decreto anti-imigração do Presidente norte-americano, Donald Trump

O Departamento anunciou que cerca de 60.000 cidadãos daqueles países - Iémen, Irão, Iraque, Líbia, Síria, Somália e Sudão – tiveram os respetivos vistos “provisoriamente revogados” em cumprimento do decreto presidencial.

A decisão de revogar o cancelamento, acrescentou, foi tomada depois de notificação do Departamento de Justiça da decisão do juiz federal.

A partir de agora, precisou, as pessoas que estavam abrangidas pelo decreto e que tenham um visto válido podem entrar nos Estados Unidos.

O juiz federal James Robart, de Seattle, ordenou na sexta-feira a suspensão temporária, a nível nacional, da proibição de entrada a pessoas de sete países de maioria muçulmana, em vigor há uma semana.

A ordem temporária do juiz vigora até ser efetuada uma revisão completa da queixa apresentada pelo procurador-geral de Washington, Bob Ferguson.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.