Democratas recorrem à justiça para impedir republicanos e Trump de intimidar eleitores


 

Lusa/AO online   Internacional   4 de Nov de 2016, 18:12

Democratas norte-americanos estão a entrar com processos na justiça reclamando que republicanos e a campanha do candidato presidencial Donald Trump estão a incentivar apoiantes a intimidar e confrontar eleitores no dia das eleições, na próxima terça-feira.

O candidato republicano apelou aos apoiantes para que façam de "observadores eleitorais" em certas áreas dos Estados Unidos para ajudar a prevenir fraudes.

Em Ohio, um juiz federal emitiu hoje uma restrição temporária contra a campanha de Trump e o seu amigo e conselheiro informal, Roger Stone, impedindo-os de incomodar e intimidar eleitores daquele estado, na eleição de terça-feira.

Advogados que representam o Partido Democrata alegaram, num tribunal em Nova Jérsia, que o Partido Republicano estava articulado com Trump para intimidar votantes, acusações que os republicanos dizem ser falsas naquele estado e em outros quatro estados onde os democratas estão a recorrer à justiça.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.