Decisão sobre "habeas corpus" para libertação de Sócrates conhecida a partir das 15:30

Decisão sobre "habeas corpus" para libertação de Sócrates conhecida a partir das 15:30

 

Lusa/AO Online   Nacional   3 de Dez de 2014, 12:34

A decisão sobre o pedido de libertação imediata do ex-primeiro-ministro José Sócrates será publicada a partir das 15:30, segundo os juízes que analisaram o pedido de "habeas corpus".

A audiência durou pouco mais de meia hora, tendo o Ministério Público (MP) considerado que o pedido para a libertação urgente de Sócrates é "manifestamente improcedente", enquanto o advogado do ex-primeiro-ministro considerou que a prisão preventiva é "manifestamente ilegal e barbaramente injusta".

João Araújo, rebatendo os fundamentos da prisão preventiva, considerou que o perigo de fuga para a prisão de Sócrates "é patética".

À saída do tribunal, João Araújo não quis prestar declarações aos jornalistas, remetendo eventuais comentários para quando for conhecido o resultado do 'habeas corpus'.

O pedido de libertação urgente de Sócrates, que está em prisão preventiva por suspeita de corrupção, branqueamento de capitais e fraude fiscal, terá sido feito à revelia do ex-líder socialista e do seu advogado de defesa, que já se pronunciou contra a iniciativa, numa altura em que se prepara para entregar esta semana um recurso na Relação de Lisboa a contestar a medida de coação aplicada ao antigo chefe do governo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.