Cuca Roseta apresenta espetáculo inspirado em gravuras da Divina Comédia de Dalí


 

Lusa/AO Online   Nacional   22 de Set de 2015, 08:24

A fadista Cuca Roseta apresenta no dia 01 de outubro um espetáculo inovador no âmbito do projeto "A arte chegou ao Colombo", inspirado em gravuras do Salvador Dalí, anunciou a organização.

 

Este projeto, uma iniciativa do Centro Comercial Colombo, na sua quinta edição, apresentou, de 17 de junho a 20 de setembro, a exposição “A Divina Comédia de Salvador Dalí”, que foi vista por “mais de 170.000 pessoas”, segundo a mesma fonte.

O espetáculo que Cuca Roseta “está a preparar segue o percurso inspirador da exposição de gravuras de Dalí, e que tem a participação especial do pianista Júlio Resende”, disse à Lusa a mesma fonte.

A atuação de Cuca Roseta no dia 01 de outubro, Dia Mundial da Música, às 18:30 na praça central do centro comercial, tem coreografia de Pedro Borralho, que colaborou em programas televisivos como “Dança comigo”, e que é acompanhado por seis bailarinos.

A exposição “A Divina Comédia de Salvador Dalí” reuniu cem gravuras do artista, inspiradas na obra literária de Dante Alighieri, cuja origem está numa encomenda ao pintor espanhol, do Governo italiano, para ilustrar “A divina comédia”, no âmbito das comemorações, em 1965, dos 700 anos do nascimento do poeta.

Segundo a mesma fonte, “esta série é um marco muito importante na arte de Salvador Dalí, reagrupando diferentes aspetos da sua busca estilística, desde a ‘estética mole’ até à curiosidade pelos mitos clássicos, passando pelo interesse nas silhuetas de Miguel Ângelo e ainda o gosto pelas gravuras circulares dinâmicas”.

“Esta exposição é uma verdadeira antologia cromática que vai do traço frágil e ondulado ao uso plástico da cor”, acrescentou.

O “trabalho constituiu uma jornada através das conhecidas formas de expressão do mestre espanhol - o símbolo, a alusão, o exotismo, a magia e a alegoria habitam uma obra independente, que vai para além daquilo que o nosso imaginário concebe da obra literária”, afirmou a mesma fonte.

O pintor espanhol seguiu a estrutura do livro, tendo organizado as ilustrações em três áreas, que remetem para a viagem de Dante Alighieri: o Inferno, o Purgatório e o Paraíso.

Salvador Dalí (1904-1989) com esta série de gravuras, passou a fazer parte da lista dos artistas plásticos cuja obra de Dante fascinou e inspirou criações artísticas, como Sandro Botticelli, William Blake, Arnold Böcklin e Gustave Doré, entre outros.



  

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.