Sociedade

Cruz Vermelha apoia 5000 pessoas com carências de vestuário em S. Miguel

Cruz Vermelha apoia 5000 pessoas com carências de vestuário em S. Miguel

 

Lusa / AO online   Regional   9 de Fev de 2010, 17:36

A Cruz Vermelha de Ponta Delgada, nos Açores, distribui roupas a cerca de 5000 pessoas por ano, contudo o número de pedidos está a “aumentar com a crise”, de acordo com o presidente da instituição.
"As pessoas chegam aqui e pedem roupa para a família toda, porque mesmo as famílias que estão protegidos por algum sistema social acabam por não ter dinheiro para roupas, pois têm vários gastos com alimentação e medicamentos", contou o presidente da Delegação de Ponta Delgada da Cruz Vermelha Portuguesa, Eduardo Reis, em declarações à Lusa.

A esses pedidos de apoio, a instituição responde entregando "roupas usadas e novas", mas também "alguns utensílios domésticos".

No piso térreo do edifício onde está instalada em Ponta Delgada, a Cruz Vermelha tem "milhares e milhares de peças de roupa", vestuário doado pela população, mas também por estabelecimentos comerciais "no fim dos saldos, ao abrigo da lei do mecenato".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.