Crise de refugiados sírios na União Europeia é "desafio global"

Crise de refugiados sírios na União Europeia é "desafio global"

 

Lusa/AO online   Internacional   1 de Mar de 2016, 11:28

O secretário de Estado norte-americano John Kerry afirmou na segunda-feira que a crise dos refugiados na União Europeia é um "desafio global".

 

“Os Estados Unidos acreditam que a crise dos refugiados é global. Não é um desafio regional. É um teste para todos nós”, disse John Kerry, numa conferência de imprensa conjunta com o seu homologo alemão, Frank-Walter Steinmeier.

John Kerry reconheceu que a “Jordânia, Líbano e Turquia foram, naturalmente, os primeiros a sentir o impacto” do fluxo de refugiados sírios, quando há quatro anos começaram a receber milhares de pessoas que fugiam do conflito no seu país.

Mas “este é um desafio global”, afirmou o chefe da diplomacia norte-americana, que durante meses liderou a procura de uma solução diplomática para a guerra na Síria em conjunto com a Rússia e que terminou a semana passada com um acordo de cessar-fogo, que entrou em vigor sábado.

Os Estados Unidos têm sido pressionados para ajudar a evitar uma possível emergência internacional para a crise dos refugiados sírios na Europa, caso contrário, alertam especialistas, pode ser o colapso de vários países da União Europeia e do Médio Oriente.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.