Crianças e idosos interagem na Ribeira Grande

Carregando o video...

 

João Alberto Medeiros   Regional   4 de Dez de 2010, 10:17

O Teatro Ribeiragrandense foi pequeno para conter a magia de Natal que se instalou gerada por crianças e adultos enquanto não chegam a prendinhas do Pólo Norte
Lá fora a chuva cai abundantemente e o vento faz-se sentir. Crianças e idosos precipitam-se para o interior do Teatro Ribeiragrandense enchendo-o de alegria e ostentando as cores e ornamentos de Natal.

Enquanto o Pai Natal não chega com os presentes desejados e anda atarefado a ler os milhões de cartas que recebeu, na companhia dos seus gnomos, no Pólo Norte, as crianças e os adultos sobem ao palco lendo poemas, promovendo peças de teatro popular, cantando e dançando.

Vieram de jardins-de-infância, de centros de dia e de noite, ATL, escolas e santas casas oriundas de várias parcelas do concelho da Ribeira Grande.

A Casa de Povo da Maia, por exemplo, procedeu a uma reconstituição do ambiente rural açoriano que se vivia em algumas freguesias e que hoje se dissipou.


Leia esta reportagem na íntegra no jornal Açoriano oriental de sábado, 04 de Dezembro de 2010

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.