Criança de 19 meses morta e outra de quatro anos desaparecida na praia em Caxias


 

Lusa/AO Online   Nacional   16 de Fev de 2016, 06:50

Uma crianças de 19 meses morreu e outra de quatro anos está desaparecida depois de terem caído ao rio na zona da praia de Caxias, em Oeiras, disse hoje o comandante Malaquias Domingues, da Capitania de Lisboa.

Segundo o comandante Malaquias Domingues, uma testemunha ocular viu uma mulher a sair da água, em estado pânico e em avançado estado de hipotermia, que disse que as suas duas filhas estavam dentro de água. A testemunha contactou as autoridades cerca das 20:53, tendo sido destacados para o local meios da PSP, Polícia Marítima, INEM e dos bombeiros de Paço de Arcos.

O comandante Malaquias Domingos explicou que a criança de 19 meses foi retirada da água e alvo de tentativa de reanimação, no areal da Praia da Giribita, em Paço de Arcos, Oeiras, mas acabou por morrer no local, continuando desaparecida outra menina de quatro anos.

A mulher, de 37 anos, foi transferida para o Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa.

No local, pelas 00:00, continuavam nas buscas um helicóptero da Marinha, duas embarcações, uma da Polícia Naval e outra da Capitania, e estava a caminho uma lancha da Estação Salva-Vidas de Cascais.

O comandante Malaquias Domingues, em declarações à CM TV, disse que ainda não há indícios sobre o paradeiro da menina de quatro anos que estará desparecida no mar e acrescentou que as buscas serão interrompidas durante a noite, em hora ainda a determinar, sendo retomadas hoje "aos primeiros raios de luz".

O mesmo responsável disse ainda que à hora que foi dado o alerta não havia forte agitação marítima no local.

Segundo Malaquias Domingues, as buscas deverão ser interrompidas cerca da 01:30, altura da baixa-mar.

Ainda segundo a CM TV, que às 00:17 estava a transmitir em direto do local, tinham acabado de chegar à praia a delegada de saúde, para declarar o óbito da bebé de 19 meses, e elementos da Polícia Judiciária, para investigar as circunstâncias em que ocorreu este incidente.

Os bombeiros de Paço de Arcos montaram uma tenda no local, para a Delegada de Saúde e para os elementos da Polícia Judiciária poderem realizar o seu trabalho.

Cerca da 01:14, a CM TV transmitia em direto um carro cinzento a ser rebocado pela PSP e dava a informação de que se trataria da viatura utilizada pela mulher e que esta e as crianças estariam desaparecidas de casa desde sexta-feira.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.