Crescimento real do PIB na OCDE manteve-se em 0,4% no 1.º trimestre


 

Lusa/AO online   Economia   7 de Jul de 2016, 14:13

O crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) nos países da OCDE manteve-se em 0,4% no primeiro trimestre deste ano, refletindo um aumento estável do consumo privado e dos gastos do Estado, anunciou a OCDE.

 

Segundo os dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) - hoje divulgados - o consumo privado e os gastos do Estado contribuíram com 0,3 e 0,1 pontos percentuais, respetivamente, para o crescimento real do PIB nos primeiros três meses deste ano na OCDE.

A organização refere que entre os países do G7 os desenvolvimentos do PIB foram bastante diversos, com contribuições diferentes para o crescimento económico.

Na Alemanha e no Canadá o PIB cresceu 0,7% no primeiro trimestre (contra 0,4% no trimestre anterior) e 0,6% (contra 0,1%), respetivamente.

Em França, devido ao consumo privado, e em Itália, sustentado pelo investimento, o PIB - que tinha registado acréscimos de 0,4% e 0,2% no último trimestre de 2015 - cresceu 0,6% e 0,3%, respetivamente.

O PIB do Japão cresceu 0,5% no primeiro trimestre, contra um decréscimo de 0,4% nos últimos três meses de 2015, sustentado pela expansão do consumo privado.

Nos Estados Unidos, o PIB manteve-se estável, com um crescimento de 0,3%, também apoiado na expansão do consumo privado.

Em contrapartida, o crescimento do PIB desacelerou no Reino Unido para 0,3% no primeiro trimestre, contra 0,7 nos últimos três meses de 2015, devido a uma queda da balança comercial e do investimento.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.