Crescimento económico volta a abrandar na zona euro


 

Lusa / AO online   Economia   23 de Jun de 2010, 11:59

O crescimento económico nos 16 países da zona euro voltou a abrandar em Junho, pelo segundo mês consecutivo, sobretudo devido à diminuição nas novas encomendas, segundo um inquérito esta quarta-feira divulgado.
A actividade comercial na zona euro manteve-se em alta, mas o índice PMI (Purchasing Managers’ Index) dos 16 países que partilham a moeda única - compilado pelo grupo Markit - caiu para 56 pontos em Junho, ligeiramente abaixo de Maio e do pico pós-recessão de 57,3 pontos registado em Abril.

No índice Markit, qualquer valor acima de 50 pontos indica crescimento económico, mas estes resultados alimentam os receios de que as impopulares medidas de austeridade que têm vindo a ser anunciadas na União Europeia não estão a conseguir dinamizar o crescimento económico.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.