Costa diz que resultados apontam para "maioria muito expressiva, clara e inequívoca"


 

Lusa   Nacional   28 de Set de 2014, 19:53

O candidato às primárias do PS António Costa disse hoje esperar os resultados finais com "toda a confiança" e declarou que os números "de todo o país" apontam para uma votação na sua candidatura "muito expressiva, clara e inequívoca".

"Os resultados que estão a chegar de todo o país demonstram que o PS está unido e tem uma maioria muito expressiva, clara e inequívoca que apostou e votou na minha candidatura", disse Costa à entrada do Fórum Lisboa, onde vai seguir a noite eleitoral.

O candidato e autarca de Lisboa chegou ao espaço pelas 20:30 e foi recebido pela filha, que lhe entregou um cravo que o socialista colocou à lapela.

Aos jornalistas, numa curta declaração, começou por registar a "enorme satisfação" pela "extraordinária mobilização dos militantes e simpatizantes do PS" no ato eleitoral de hoje, e mostrou-se confiante para a noite que se segue.

"Vamos aguardar pelos resultados finais. (…) Aguardemos pelos resultados finais, mas acho que temos boas razões para aguardar com toda a confiança", sublinhou.

Minutos antes, a diretora de campanha de António Costa às primárias do PS, Ana Catarina Mendes, havia saudado a "fortíssima afluência" ao sufrágio que opôs o autarca de Lisboa ao secretário-geral do partido, António José Seguro.

"Houve uma forte participação, uma forte mobilização dos socialistas para este ato eleitoral. Isso é o que releva neste início de noite eleitoral. Ainda é muito cedo para falar de mais coisas", disse Ana Catarina Mendes, no Fórum Lisboa, na Avenida de Roma, onde a candidatura de Costa acompanha a noite eleitoral.

As urnas para as primárias do PS fecharam pelas 19:00, e pouco tempo depois foi revelado no Fórum Lisboa um gráfico onde regularmente são atualizados alguns números do sufrágio, embora não oficiais, que apontam para uma vitória de António Costa.

No espaço estão a chegar desde cerca das 19:00 dezenas de apoiantes de Costa e figuras próximas dos socialistas, casos de Fernando Medina, número dois na Câmara Municipal de Lisboa, ou de deputados como João Galamba, Miranda Calha, Pedro Delgado Alves, Sérgio Sousa Pinto, Elza Pais, Pedro Nuno Santos ou Vitalino Canas.

Presentes estão também algumas dezenas de cidadãos não ligados à política, por entre figuras anónimas e nomes de outras áreas, casos do músico Zé Pedro, dos Xutos e Pontapés, ou o apresentador de televisão Eládio Clímaco.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.