Costa convida Sampaio da Nóvoa para discursar e Partido Livre para o encerramento

Costa convida Sampaio da Nóvoa para discursar e Partido Livre para o encerramento

 

Lusa/AO Online   Nacional   28 de Nov de 2014, 09:13

O secretário-geral do PS convidou pela primeira vez independentes para discursarem no congresso, entre eles o ex-reitor da Universidade de Lisboa Sampaio da Nóvoa, e o partido Livre para estar representado na sessão de encerramento.

 

Com o Congresso Nacional do PS, que se realiza entre sábado e domingo, em Lisboa, António Costa pretende "dar um sinal claro de abertura do partido à sociedade, aproveitando o capital de mobilização gerado pelas eleições primárias" de 28 de setembro, disse à agência Lusa fonte do núcleo político do líder socialista.

No sábado à tarde, durante o período dedicado à discussão da moção de estratégia, vão discursar pela primeira vez num congresso do PS cidadãos independentes, entre os quais o ex-reitor da Universidade de Lisboa Sampaio da Nóvoa, que até já foi colocado na lista de potenciais candidatos do centro esquerda à Presidência da República.

Além de Sampaio da Nóvoa, António Costa convidou para subirem à tribuna de oradores do Parque de Exposições da Feira Industrial de Lisboa (FIL) o constitucionalista Jorge Reis Novais, a cientista Raquel Seruca (investigadora da Faculdade de Medicina no Porto), a jovem empresária Mariana Duarte, a presidente do Porto de Sines, Lídia Serqueira, e a ex-secretária de Estado e coordenadora da "Agenda para a Década", Maria Manuel Leitão Marques.

"Este congresso é dedicado à construção de uma alternativa ao Governo, aproveitando os melhores valores da sociedade civil", disse à agência Lusa fonte do gabinete do presidente da Câmara de Lisboa.

Após vencer as eleições primárias de 28 de setembro, o primeiro ato de António Costa como candidato socialista a primeiro-ministro foi o discurso no congresso do partido Livre, em Sintra, no passado dia 05 de outubro.

Agora, chegou a vez de os socialistas retribuírem e o partido Livre foi convidado para estar presente no domingo, na sessão de encerramento do congresso do PS - um gesto considerado inédito, já que o partido Livre do ex-eurodeputado Rui Tavares não tem representação parlamentar.

Com este convite, segundo fonte socialista, António Costa pretende dar um sinal de inequívoco interesse em reforçar os laços políticos para futuros diálogos entre forças de esquerda, sobretudo após as próximas eleições legislativas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.