Costa convida países do Mediterrâneo a apoiarem Plataforma de Estudantes Sírios

Costa convida países do Mediterrâneo a apoiarem Plataforma de Estudantes Sírios

 

Lusa/Açoriano Oriental   Nacional   24 de Fev de 2017, 17:16

O primeiro-ministro, António Costa, convidou os países da Assembleia Parlamentar Mediterrânea (APM) a juntarem-se ao "grupo de amigos" da Plataforma Global de Estudantes Sírios, uma iniciativa para dar respostas rápidas a estudantes universitários oriundos de países em crise.

No discurso de encerramento da 11.ª sessão plenária da Assembleia da APM, que terminou hoje no Porto, António Costa desafiou todos os países que pertencem àquela associação do Mediterrâneo para se juntarem a Portugal e para reforçarem a Plataforma Global de Estudantes Sírios, uma iniciativa do ex-Presidente da República, Jorge Sampaio, que visa dar acolhimento a estudantes do ensino superior oriundos de países em crise.

"Aos países que vivem crises é preciso garantir que a geração que está em idade de formação não será uma geração perdida, mas que poderão continuar os seus estudos e uma vez vencida a crise, possam regressar e contar de uma forma qualificada para a recuperação desses países", justificou o primeiro-ministro.

A Plataforma Global de Apoio aos Estudantes Sírios é uma iniciativa lançada em março de 2014 por Jorge Sampaio e consiste num programa de bolsas de estudo de emergência que, por três vezes, já trouxe para Portugal estudantes do ensino superior. Atualmente encontram-se em Portugal cerca de 100 bolseiros e 50 em outros nove países.

Hoje, durante a 11.ª Sessão Plenária da Assembleia da APM, o português e deputado da Assembleia da República, Pedro Roque (PSD), foi eleito presidente da Assembleia Parlamentar do Mediterrâneo por "unanimidade" e "aclamação" no edifício da Alfândega do Porto.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.