Costa considera que Bruxelas deu prova de confiança e que Portugal está em viragem

Costa considera que Bruxelas deu prova de confiança e que Portugal está em viragem

 

LUSA/AO Online   Nacional   22 de Mai de 2017, 22:13

O primeiro-ministro considerou hoje que a decisão de Bruxelas de retirar Portugal do Procedimento por Défice Excessivo (PDE) constitui uma prova de confiança e o reconhecimento de que o país está num ponto de viragem.

Estas palavras de António Costa foram proferidas no pátio da Residência Oficial do Primeiro-Ministro, em São Bento, depois de a Comissão Europeia ter recomendado ao Conselho de Ministros das Finanças da União Europeia (Ecofin) o encerramento do PDE aplicado a Portugal desde 2009. "O reconhecimento pela Comissão Europeia de que Portugal corrigiu de forma sustentável e duradoura os défices excessivos é uma prova de confiança no futuro da economia portuguesa e confirma que nos encontramos num ponto de viragem", declarou o primeiro-ministro. Segundo António Costa, a decisão de Bruxelas "resulta da série consistente de bons indicadores que em conjunto que se conseguiu alcançar: nas contas públicas, com o menor défice da nossa democracia; no mercado de trabalho, com a redução do desemprego; na recuperação económica, com a aceleração do crescimento, apoiado no aumento do investimento, das exportações e, sobretudo, da confiança".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.