Cooperativas dos Açores unem-se para enfrentar os mercados


 

Lusa/AO Online   Regional   27 de Mai de 2016, 10:29

Várias cooperativas dos Açores vão unir-se na Atlanticoop, projeto que visa concentrar sinergias na comercialização de produtos regionais no arquipélago e exterior, revelou hoje Jorge Pereira, da cooperativa Verde Atlântico, uma das fundadoras.

 

“A ideia surgiu do facto de haver várias cooperativas distribuídas pelas diferentes ilhas com dificuldades comuns. A forma mais fácil de debelar os problemas é encará-los em conjunto”, afirmou Jorge Pereira.

As três cooperativas cofundadoras são a Verde Atlântico, com sede na ilha do Pico e que gere a marca carne dos Açores IGP-Identificação Geográfica Protegida, a Cooperativa Agrícola do Faial, que se dedica, sobretudo, à produção de carne, flores e mel, e a Profrutos, na ilha de São Miguel, que se dedica à comercialização do ananás dos Açores.

Esta última foi recentemente alvo de eleições para os seus corpos sociais, que deverão ratificar a decisão tomada pela anterior direção.

Jorge Pereira especificou que se pretende com este projeto “encarar problemas que resultam da própria gestão interna das cooperativas, optando-se por um modelo que já existe” noutros locais.

O dirigente da Verde Atlântico referiu que há mais pessoas a visitar o arquipélago, pelo que aumentam as potencialidades de venda dos produtos açorianos, ao mesmo tempo que os mercados são “cada vez mais exigentes”.

“Temos esta perfeita noção e percebemos que há que responder com critérios de qualidade e segurança alimentar”, exemplificou.

O dirigente considerou que com esta união de cooperativas não se está a pensar apenas na colocação de produtos regionais no exterior, mas também no mercado interno, uma vez que existem muitas cooperativas que detêm contratos com empresas que operam nos Açores.

“Mais de 90 por cento da nossa produção vai para o exterior, seja na carne ou outros produtos e pretendemos responder às diferentes exigências dos mercados”, disse Jorge Pereira.

Salvaguardando que se está numa fase embrionária do projeto, o responsável adiantou que existem já várias cooperativas, sem especificar o número, interessadas em associarem-se à Atlanticoop, acrescentando que também foram abordados por empresas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.