Consumo de medicamentos para alergias cresce 16% em quatro anos, mas despesa desce

Consumo de medicamentos para alergias cresce 16% em quatro anos, mas despesa desce

 

Lusa/AO Online   Nacional   8 de Jul de 2016, 07:22

O consumo de medicamentos para as alergias continua a aumentar em Portugal, tendo registado um crescimento superior a 16% em quatro anos, embora a despesa com estes remédios tenha caído 10% no mesmo período.

Os dados da consultora IMS Health, divulgados hoje, Dia Mundial das Alergias, mostram que entre 2011 e 2015 a venda de anti-histamínicos aumentou 16,35% em termos de unidades, com o maior crescimento a registar-se entre 2014 e 2015.

Apesar deste aumento de consumo e de unidades vendidas, a despesa com anti-histamínicos diminuiu 10,8% no mesmo período.

No ano passado, a despesa total com anti-histamínicos foi superior a 18,7 milhões de euros, tendo-se vendido mais de 5,2 milhões de unidades.

Só ate maio deste ano foram já vendidas 2,4 milhões de unidades, a que correspondeu uma despesa de quase nove milhões de euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.