Consumo de eletricidade aumenta 1,5% no 1º trimestre face ao período homólogo

Consumo de eletricidade aumenta 1,5% no 1º trimestre face ao período homólogo

 

Lusa/AO Online   Economia   2 de Abr de 2015, 11:01

O consumo de eletricidade aumentou 1,5% no primeiro trimestre em relação ao período homólogo, sendo a variação nula após a correção de temperatura e dias úteis, de acordo com a REN - Redes Energéticas Nacionais.

 

No mês de março, o consumo de energia elétrica voltou a registar uma evolução homóloga positiva, com uma variação de 0,3%, influenciado por temperaturas abaixo dos valores médios, sendo que com correção dos efeitos de temperatura e número de dias úteis se verificou uma subida de 0,5%.

Segundo os dados da gestora das redes energéticas, a produção renovável abasteceu 60% do consumo de energia elétrica, que compara com 80% do trimestre homólogo do ano anterior, em que se registaram condições muito favoráveis.

Nos primeiros três meses, o regime hidrológico manteve-se seco, tendo a produção hídrica caído quase para metade em relação ao mesmo período de 2014, de 7.106 GWh para 3.743Gwh.

Também a produção eólica registou uma queda de 12% até março face ao período homólogo, para 3.719GWh.

Nas fontes renováveis, as centrais hidráulicas abasteceram 26% do consumo, as eólicas 28%, a biomassa 5% e as fotovoltaicas 1%. Nas fontes não renováveis, o carvão abasteceu 24% do consumo e o gás natural 13%.

O saldo de trocas com o estrangeiro foi ligeiramente importador, representando 2% do consumo.

No mercado de gás natural manteve-se a tendência de recuperação dos consumos, com uma variação em março de 6,2%, acumulando no final do trimestre uma variação positiva de 7,6%.

Até março, registam-se evoluções positivas em todos os segmentos de mercado, com o mercado convencional a crescer 1,4% enquanto as centrais elétricas consumiram também mais 214%.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.