Construtores querem medidas contra desemprego


 

Lusa / AO online   Economia   11 de Jan de 2010, 17:07

O combate ao desemprego, o pagamento das dívidas do Estado e a promoção de projectos de reabilitação urbana são algumas das medidas que os construtores gostariam de ver incluídas no Orçamento do Estado (OE) para 2010.
O OE deve incluir "medidas para combater o problema do desemprego, que é o principal problema do sector", que em Novembro tinha mais de 66 mil trabalhadores inscritos nos centro de emprego, disse à Lusa o presidente da Federação Portuguesa da Indústria da Construção e Obras Públicas (FEPICOP), Ricardo Pedrosa Gomes.

A Federação da Construção reivindica também medidas destinadas a promover a reabilitação urbana, através de "incentivos fiscais que tornem atractivo o mercado do arrendamento, de modo a captar o interesse de investidores privados", bem como a continuidade do programa de infra-estruturas definido pelo Governo.

Da lista de medidas que os construtores gostariam de ver incluídas no OE que o Governo vai entregar no Parlamento até ao dia 26 de Janeiro, faz também parte o pagamento "a tempo e horas" das dívidas do Estado às empresas de construção.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.