Conservas são prato principal de mais de metade dos portugueses

Conservas são prato principal de mais de metade dos portugueses

 

Lusa/AO online   Nacional   26 de Mai de 2015, 17:22

Mais de metade dos inquiridos num estudo feito por investigadores da Universidade Católica Portuguesa consome conservas de peixe como principal refeição.

De acordo com o estudo, que caracteriza pela primeira vez o consumo de conservas de pescado em Portugal, elaborado em conjunto com a Associação dos Industriais de Conservas de Peixe, 60% dos 1.229 inquiridos disseram que substituem a carne ou o peixe na refeição por estas conservas, enquanto 39% apenas as consome como "tapa/entrada".

Na escolha das conservas a consumir, o estudo - desenvolvido entre dezembro de 2014 e janeiro de 2015 - revela que, depois do preço, é a "nacionalidade portuguesa" o fator determinante (59%) e o atum, o peixe preferido por 87% dos inquiridos.

A amostra utilizada no estudo reuniu 1.229 pessoas, maiores de 16 anos, residentes em Portugal Continental e nas Ilhas, tendo mais de metade dos inquiridos (53,2%) idades correspondidas entre os 30 e os 50 anos.

Os distritos do Porto (50%), de Lisboa (16%) e de Faro (9,2%) foram os mais representados.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.