Transportes

Conselho de Ministros prorroga por um ano medidas preventivas para TGV


 

Lusa / AO online   Economia   14 de Jan de 2010, 14:41

O Conselho de Ministros prorrogou esta quinta-feira por um ano a vigência das medidas preventivas de salvaguarda à programação e execução da ligação ferroviária do TGV do eixo Lisboa- Madrid, que deverá estar concluído em 2013.
A resolução do Conselho de Ministros pretende viabilizar a construção da rede ferroviária de alta velocidade do eixo Porto-Lisboa, evitar a alteração das circunstâncias e condições existentes em determinadas zonas, assim como facilitar e tornar menos onerosa a execução da obra.

O prazo das medidas preventivas fica prorrogado por um ano nas zonas abrangidas pelo traçado previsto nos municípios de Moita, Palmela, Montijo, Vendas Novas, Montemor-o-Novo, Arraiolos, Évora, Redondo, Vila Viçosa, Alandroal e Elvas.

A resolução justifica o prolongamento do prazo com a impossibilidade de "proceder à programação integral do empreendimento público, dada a sua complexidade, nomeadamente as limitações decorrentes do atravessamento de áreas urbanas consolidadas".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.