Política

Conselho de ilha das Flores defende revisão dos horários da SATA

Conselho de ilha das Flores defende revisão dos horários da SATA

 

Lusa/AO online   Regional   12 de Out de 2010, 11:02

O Conselho de ilha das Flores vai pedir esta terça-feira ao Governo Regional dos Açores a revisão dos horários dos voos da transportadora aérea açoriana SATA, de forma a permitir uma ligação diária a Lisboa.
Esta posição consta de um memorando aprovado por unanimidade pelo Conselho de Ilha que será formalmente entregue ao Governo Regional ao final da tarde, no quadro da visita estatutária que o executivo inicia esta segunda-feira a esta ilha do Grupo Ocidental.

Manuel Pereira, autarca socialista que preside ao Conselho de Ilha, salientou que o horário dos voos da transportadora regional para as Flores obriga muitas vezes os florentinos que se deslocam a Lisboa a pernoitar noutra ilha na viagem de regresso a casa.

O comunicado do Conselho de Ilha refere, como exemplo, que, durante o mês de outubro “não é possível fazer Lisboa/Flores às terças, quintas, sábados e domingos” sem que o passageiro seja obrigado a uma escala prolongada noutra ilha.

Manuel Pereira recordou que já alertou o executivo para esta situação, lamentando que o horário de inverno da SATA não tenha tido em atenção estas reivindicações, mas afirmou estar com esperança que a situação se altere depois da visita do governo à ilha.

Além dos transportes, os conselheiros estão também preocupados com o sector das comunicações, em especial com a obra de extensão do cabo de fibra óptica às ilhas do Grupo Ocidental, uma reivindicação com mais de uma década que ainda não foi concretizada.

O memorando elaborado pela Conselho de Ilha das Flores questiona ainda o governo sobre outros investimentos, como o processo de certificação da iluminação do Aeroporto das Flores, a beneficiação do Porto das Lajes, a reabilitação do Porto das Poças ou a melhoria das estradas regionais.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.