Conclusões do relatório sobre serviço público são graves


 

Lusa/AO online   Regional   15 de Nov de 2011, 16:51

O presidente do PPM/Açores, Paulo Estêvão, alertou para a "gravidade" das conclusões do grupo de trabalho criado para estudar o serviço público de comunicação social, considerando que apontam para a extinção dos canais regionais.
“O relatório apresenta um conjunto de conclusões que aponta pura e simplesmente para a futura extinção das televisões autonómicas (RTP/Açores e RTP/Madeira)”, afirmou Paulo Estêvão, acrescentando que o relatório é claro quando afirma que estes dois canais “cumpriram a sua missão histórica de afirmação das autonomias e de ligação entre si e o continente”.

Para Paulo Estêvão, "a gravidade do relatório no que diz respeito à RTP/Açores não deve ser subavaliada", alegando que o futuro deste canal "está agora a ser equacionado no estreito limite de sobrevivência que se encontra entre a janela de quatro horas que propôs o ministro Miguel Relvas e a futura extinção que propõe o grupo de trabalho".

Paulo Estêvão, que é também líder nacional do PPM, frisou que o partido “considera este assunto extremamente grave para o sistema autonómico, uma vez que a RTP/Açores é um instrumento vital para a manutenção da coesão regional e de afirmação do modelo autonómico em contraponto às tensões separatistas”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.