Concelho das Lajes do Pico, nos Açores, vai investir 6,5 ME em 2016

Concelho das Lajes do Pico, nos Açores, vai investir 6,5 ME em 2016

 

Lusa/AO Online   Regional   2 de Dez de 2015, 11:50

A Assembleia Municipal das Lajes do Pico aprovou, por maioria, o orçamento de 2016, no valor de 6,5 milhões de euros, sensivelmente a mesma verba do corrente ano, de acordo com o presidente da autarquia.

 

“É um valor muito semelhante ao que nós aprovámos para 2015. Aplicaremos este valor numa série de investimentos, ações, atividades e projetos ao longo do próximo ano, tendo este orçamento também um caráter plurianual, perspetivando aquilo que pretendemos fazer nos próximos quatro anos”, disse à Lusa o presidente da autarquia das Lajes do Pico, Roberto Silva.

O autarca socialista, que gere um município com cerca de 4.700 habitantes, de acordo com os Censos de 2011, afirmou que uma das linhas mestras do orçamento para 2016 passa pela criação de emprego, dando-se continuidade à política de contratação de pessoas através dos programas disponibilizados pelo Governo Regional.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal das Lajes do Pico, neste momento existem mais de 150 pessoas ao serviço da autarquia nestas condições, pretendendo-se aumentar este número no próximo ano.

A criação de parques empresariais é outra das apostas do executivo camarário de Roberto Silva, que pretende, desta forma, criar condições para a instalação de empresas e gerar uma incubadora para ajudar os investidores numa fase inicial.

Em termos de infraestruturas, o autarca pretende dar continuidade no concelho, que contempla seis freguesias, ao projeto de abastecimento de água, com destaque para o aproveitamento da lagoa do Paul, que permite a produção de energia hidroelétrica, numa parceria da edilidade com a Empresa de Eletricidade dos Açores (EDA).

Ainda neste âmbito, Roberto Silva refere que se continuar a desenvolver o projeto de abastecimento de água aos lavradores, a par do melhoramento da rede viária municipal.

O presidente da Câmara Municipal das Lajes do Pico vai avançar em 2016 com o projeto denominado Rota das Freguesias, em que cada uma destas parcelas se realiza um investimento que as “identifica, promove e une”.

A obra considerada mais relevante que a autarquia pretende desenvolver é, de acordo com Roberto Silva, a continuidade do processo de requalificação da frente marítima da vila das Lajes do Pico, que arrancou em 2013.

“Toda a vila das Lajes será objeto de uma grande intervenção, com especial destaque em 2016 para a praça do museu dos baleeiros”, declara o autarca, para acrescentar que, ainda em 2016, se prosseguirá com o novo posto de turismo, café e instalações sanitárias, para além dos quiosques relacionados com a atividade náutica.

O concelho das Lajes do Pico é conhecido como a vila baleeira, possuindo um museu alusivo à pesca da baleia e indústria que gerou na ilha, durante o século XX.

A população do concelho das Lajes do Pico dedica-se sobretudo à pecuária, à pesca, ao comércio, à construção civil e ao turismo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.