Comunistas em "jornada de protesto" na sexta-feira


 

Lusa / AO online   Nacional   29 de Jul de 2010, 18:13

O PCP realiza sexta-feira por todo o país uma “jornada de protesto” contra os cortes nas prestações e apoios sociais, que entram em vigor a 1 de Agosto e que os comunistas classificam como “tremendamente injustos”.
“O PCP vai realizar amanhã durante todo o dia em vários pontos do país uma jornada de protesto contra os cortes nas prestações e apoios sociais que entrarão em vigor no dia 1 de Agosto”, anunciou o líder parlamentar do PCP, Bernardino Soares, em conferência de imprensa na Assembleia da República.

Retomando as críticas que o PCP tem vindo a fazer a esta medida, Bernardino Soares notou que os cortes vão afectar precisamente a população mais carenciada e quem mais precisa desses apoios, nomeadamente abono de família, complemento solidário para idosos, rendimento social de inserção, bolsas de estudo e apoios sociais escolares.

“É todo o conjunto de subsídios para os sectores e populações mais carenciadas que vão agora ser cortados, quer no seu montante, quer na possibilidade de muitos terem acesso a eles”, salientou o líder da bancada comunista, criticando a decisão do PS e PSD de cortarem “nos apoios que são precisamente uma das respostas à gravidade da crise social que estamos a viver”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.