Comerciantes preocupados com expansão de produtos chineses


 

Francisco Cunha   Regional   30 de Mai de 2010, 15:31

Um edifício de traça antiga e de grande dimensão, situado na Rua da Misericórdia, foi adquirido por empresários chineses para, segundo apurou o Açoriano Oriental, após obras de restauro e adaptação abrir como uma superfície comercial.
Ora, a possibilidade de abrir uma superfície comercial de grande dimensão na baixa de Ponta Delgada preocupa os empresários do chamado “comércio tradicional” que, de um modo geral, não vêem com bons olhos a multiplicação de lojas de produtos chineses, verificada nos últimos anos no centro da cidade.

Um dos empresários inquiridos argumenta que a abertura de mais uma loja deste tipo irá prejudicá-los - saúda por isso Alberto João Jardim pela sua polémica afirmação de que “Chineses é na China!”

Leia esta notícia na íntegra no jornal Açoriano Oriental de Domingo, Dia 30 de Maio de 2010


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.