Colômbia fechou o quadro de 2015 do Red Bull Cliff Diving

Colômbia fechou o quadro de 2015 do Red Bull Cliff Diving

 

Nuno Martins Neves   Outras modalidades   6 de Jul de 2015, 20:58

A Colômbia recebeu pela primeira vez, no fim de semana, a sessão de qualificação do Red Bull Cliff Diving World Series, reunindo no complexo de piscinas pan-americanas de Cali um total de 17 candidatos de 11 países

Uma enorme estrutura metálica foi montada no local especialmente para o efeito, permitindo assim a construção de uma plataforma com a altura oficial da modalidade: 27 metros.

Em causa estavam os últimos cinco lugares do quadro permanente da competição, uma disputa que envolveu muitas caras conhecidas e alguns estreantes nos saltos para a água de grande altura. Sem grande surpresa, a figura central desta jornada deu pelo nome de Jonathan Paredes - o mexicano que se tem afirmado nos últimos anos como um dos mais dinâmicos representantes da nova geração de saltadores.

Seguiram-se, respetivamente, o britânico e ex-atleta olímpico Blake Aldridge, o checo Michal Navratil - que ficou famoso pelo seu salto de super-homem - e o norte-americano Andy Jones, um dos estreantes da época de 2014. Para fechar este lote o brasileiro Jucelino Júnior - nome que figurou nos últimos anos entre os wildcard - fez história ao ser o primeiro atleta do seu país a ganhar o direito de participar em todo o circuito mundial.

O calendário de 2015 é composto por oito etapas, com arranque em abril próximo na Colômbia. No mapa da competição entram também La Rochelle (França), Texas (EUA), Copenhaga (Dinamarca), Açores (Portugal), Mostar (Bósnia e Herzgovina), Polignano a Mare (Itália) e Bilbao (Espanha).

A etapa no ilhéu de Vila Franca está marcado para 18 de julho, recebendo pela primeira a competição feminina.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.