CMVM determina levantamento da suspensão da negociação das ações do BPI


 

Lusa/AO Online   Economia   6 de Set de 2016, 12:05

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) anunciou hoje o levantamento da suspensão da negociação das ações do BPI até à divulgação de informação relevante sobre o banco, que hoje se reuniu em assembleia-geral, entretanto suspensa.

 

Em comunicado, a CMVM informou que “o Conselho de Administração da Comissão deliberou o levantamento da suspensão da negociação das ações do Banco BPI, por terem cessado os motivos que justificaram a suspensão”.

Esta manhã, antes da abertura dos mercados, a CMVM anunciou a suspensão da negociação das ações do BPI até à divulgação de informação relevante sobre o banco, que hoje se reuniu em assembleia-geral, mas que entretanto foi suspensa.

A reunião magna do BPI para discutir a desblindagem de estatutos foi hoje suspensa, pela segunda vez, para dia 21, de acordo com acionistas ouvidos pela agência Lusa.

O encontro arrancou cerca das 10:00 (hora de Lisboa) na Fundação de Serralves, no Porto, e terminou ainda antes das 11:00, sendo que daria continuidade à anterior reunião de 22 de julho, que havia já sido suspensa por 45 dias.

Essa suspensão aconteceu após ter sido conhecido que o tribunal aceitou a providência cautelar do acionista Violas Ferreira Financial no sentido de não poder ser votada a proposta de alteração de estatutos apresentada pelo Conselho de Administração do banco.

As ações do BPI fecharam na segunda-feira a cair 3,04% para 1,09 euros.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.