Cinco habitações, um estabelecimento comercial e uma viatura vandalizados


 

Luís Pedro Silva   Regional   26 de Jun de 2010, 15:14

Os moradores da freguesia da Relva ainda não conseguiram encontrar uma justificação para a acção de vandalismo que provocou prejuízos em cinco moradias, num estabelecimento comercial e numa viatura.

Na última semana, durante a madrugada de 17 para 18 de Junho, sem saberem por que motivo, deflagraram pequenos focos de incêndios nas habitações e moradias situadas numa zona central da freguesia.

A viatura, uma carrinha de caixa aberta, ficou bastante destruída na parte traseira, explicaram alguns moradores.

As residências alvo de incêndios ficaram com portas e janelas danificadas devido aos incêndios.

Os bombeiros de Ponta Delgada tiveram de deslocar diversas viaturas para o local para conseguir conter os incêndios.

No momento não restaram dúvidas que se tratou de uma acção criminosa, apenas com o objectivo de vandalizar as residências, estabelecimento comercial e a viatura.

Os moradores explicaram ao Açoriano Oriental que “ainda não sabem se foi uma ou mais pessoas os responsáveis pelos actos de vandalismo”, acrescentando “que nenhum objecto foi roubado e apenas procuraram estragar as casas”.

Segundo os moradores a situação aconteceu entre as 02h00 e 03h00 da madrugada, existindo suspeitas que a autoria destes crimes tenha sido de jovens toxicodependentes.

Neste momento a Polícia Judiciária, que tem competência exclusiva na investigação de crimes de incêndio, está a investigar a autoria destes actos de vandalismo. O autor destes crimes poderá ser punido com uma pena de prisão até 8 anos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.