Doenças

Cientistas desenvolvem anticorpos capazes de travar o vírus da dengue

Cientistas desenvolvem anticorpos capazes de travar o vírus da dengue

 

Lusa/AO online   Internacional   12 de Nov de 2010, 17:37

Um grupo de investigadores do Instituto de Biomedicina de Bellinzona (IRB - no sul da Suíça) desenvolveu anticorpos humanos capazes de travar o vírus da dengue, noticia esta sexta-feira o site de notícias “swiffinfo”.
“Identificámos anticorpos capazes de parar todas as variedades da dengue”, garantiu Martina Beltramello, cientista do IRB.

De acordo com a cientista, a dificuldade de se produzir uma vacina prende-se com “a presença de quatro formas diferentes de vírus”.

As pessoas que sofrem de um primeiro contágio curam-se facilmente e desenvolvem anticorpos que as protegem no caso de uma segunda infecção com o mesmo tipo de vírus.

No entanto, se uma variedade diferente provocar a segunda infecção, os anticorpos podem agir na direcção oposta, indica a cientista.

“Em vez de parar a infecção, eles facilitam-na, o que pode acarretar formas hemorrágicas especialmente perigosas”, explicou Martina Beltramello.

Através do sangue de pessoas infectadas e curadas da dengue no Vietname, os cientistas da IRB isolaram três tipos de anticorpos e, mediante modificações genéticas, conseguiram neutralizar os seus possíveis efeitos negativos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.