Cientistas descobrem cópia mais antiga de um evangelho num papiro


 

Lusa/AO online   Ciência   21 de Jan de 2015, 09:44

Cientistas encontraram a cópia mais antiga que se conhece de um evangelho num papiro que foi reutilizado para criar a máscara de uma múmia egípcia, revelou à agência Efe um dos responsáveis pela descoberta.

Trata-se de um excerto do Evangelho de São Marcos, descoberto há três anos, e que, agora, um grupo de peritos da Universidade Acadia, no Canadá, reporta-o como o primeiro manuscrito do Novo Testamento da Bíblia.

Os cientistas creem que a sua origem remonta ao século I da era de Cristo, entre os anos 80 e 90 d.C. Até agora, as cópias mais antigas dos evangelhos datavam do século II d.C.

Os especialistas acreditam que alguém escreveu um excerto do evangelho no papiro e que, depois, outras pessoas reciclaram o material, muito caro na época, para fazer a máscara funerária.

Segundo Craig Evans, um dos responsáveis pela descoberta e especialista em estudos bíblicos, este tipo de máscaras eram usadas pelas classes mais humildes.

O investigador explicou que São Marcos escreveu o seu evangelho "no final da década de 60, depois de Cristo", e que, graças ao correio, que no Império Romano "circulava quase à mesma velocidade de agora", foi possível "encontrar uma cópia no Egito, na década de 80".

"Uma carta escrita em Roma podia ser lida no Egito numas semanas", sustentou.

Os especialistas creem que São Marcos escreveu o seu evangelho em Roma, aonde se deslocou para acompanhar São Pedro.

Para obterem a data dos papiros, os cientistas socorreram-se de uma técnica que permite desfazer a cola que une os papiros das máscaras sem estragar a tinta, para que os textos possam continuar a ser lidos com a mesma claridade.

No caso do trecho do Evangelho de São Marcos, as pistas foram dadas pelos fragmentos de papiro que formavam a máscara fúnebre, pelo seu desenho e decoração, assim como pelo estilo da escrita e pela datação do material, mediante a técnica do isótopo carbono-14.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.