Cidadãos pedem a Governo dos Açores que compre antigo hotel Monte Palace

Cidadãos pedem a Governo dos Açores que compre antigo hotel Monte Palace

 

LUSA/AO online   Economia   26 de Ago de 2015, 13:24

Um grupo de cidadãos lançou uma petição pública a requerer que o edifício do antigo hotel Monte Palace, em São Miguel, seja adquirido pelo Governo dos Açores para reconversão do local em área pública de lazer

Diogo Caetano, o primeiro signatário da petição denominada “Pela reconversão do espaço do Hotel Monte Palace a Zona de Lazer Pública na Vista do Rei – Miradouro das Sete Cidades, São Miguel, Açores”, adiantou à Lusa que se trata de “uma oportunidade para resolver um problema que persiste há décadas”.

O edifício do antigo hotel Monte Palace, o primeiro de cinco estrelas dos Açores, situa-se nas Sete Cidades, ilha de S. Miguel, e está à venda por pouco mais de 380 mil euros, sendo que já há investidores interessados, disse na segunda-feira à Lusa o mediador imobiliário António Câmara.

O anúncio de venda, publicado nos sites OLX e Imovirtual, destaca que se trata de um imóvel “para recuperação”, com uma área útil de mais de 507 mil metros quadrados, localizado junto ao miradouro da Vista do Rei, sobranceiro à lagoa das Sete Cidades.

O hotel Monte Palace, propriedade do Banif na sequência de uma penhora ao grupo empresarial Siram, foi inaugurado em 1989 na ilha e empregava mais de cem pessoas, mas fechou pouco tempo depois por falta de lucro.

Diogo Caetano, que também é o presidente de Associação Ecológica Amigos dos Açores referiu que o antigo hotel, localizado a escassos metros do miradouro da Vista do Rei, está em “abandono progressivo” e “a degradação evidente põe em risco os muitos turistas que por ali passam”.

“A intenção da petição [iniciada segunda-feira] passa por alertar que aquele local necessita de um outro ponto de vista, de uma abordagem de modo mais integrado com o miradouro, por ser um dos locais mais visitados em toda a região, um dos maiores cartazes turísticos”, afirmou Diogo Caetano, acrescentando que “a afluência de pessoas não se compadece com o espaço existente atualmente”.

Segundo disse Diogo Caetano, o atual miradouro da Vista do Rei foi feito num plano inclinado e existem poucos locais de estacionamento e fruição dos recursos paisagísticos por parte dos visitantes.

A petição pública, dirigida à presidente do parlamento açoriano e ao presidente do Governo Regional, defende a aquisição pública do edifício com vista à recuperação e reconversão do local a área de lazer pública, definição de locais de estacionamento e estruturas de apoio, como sanitários e comércio, assim como a reconversão da atual área de estacionamento a zona de lazer de fruição da vista sobre a Lagoa, através da sua valorização ambiental.

“Poderia haver uma complementaridade entre o local onde hoje está o hotel e o local onde existe o miradouro” defendeu Diogo Caetano, acrescentando que o atual miradouro deveria ser requalificado e arborizado e o estacionamento e infra estruturas de apoio passem a estar no espaço do atual hotel.

O primeiro signatário explicou, ainda, que a petição surge agora porque um grupo de cidadãos teve conhecimento, no início da semana, pela comunicação social, de que o antigo hotel Monte Palace estava à venda, o que considerou ser "uma oportunidade para resolver uma situação que persiste há décadas".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.