Chuvas fortes na China provocam quase 300 mortos e desaparecidos

Chuvas fortes na China provocam quase 300 mortos e desaparecidos

 

Lusa/AO online   Internacional   25 de Jul de 2016, 18:50

Chuvas torrenciais que atingiram a China na semana passada provocaram quase 300 mortos e desaparecidos e desalojaram centenas de milhares de habitantes, segundo anunciou a agênbcia noticiosa chinesa Xinhua.

 

Hoje de manhã, mais de meio milhão de habitantes das províncias mais atingidas – Henan e Hebei – estavam desalojados e 125.000 pessoas precisavam de assistência básica, salientou a Xinhua, citando o Ministério dos Assuntos Civis.

Segundo as mesmas informações, o mau tempo provocou a morte de 164 pessoas e fez 125 desaparecidos.

Cinco funcionários foram suspensos a partir de hoje por abandono do dever durante uma enchente devastadora, na semana passada, perto da cidade de Xingtai, em Hebei.

O incidente que matou pelo menos 25 pessoas e fez 13 desaparecidos, provocou revolta popular, com a população a acusar as autoridades de terem falhado nos avisos sobre o desastre e de tentar encobrir as causas.

No ínicio do mês, chuvas fortes causaram estragos no centro e sul da China, inundando várias cidades e causando mais de 200 mortos.

No verão de 2012, Pequim registou as piores chuvas dos últimos 60 anos, em que cerca de 80 pessoas morreram.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.