China rejeita falar de novas sanções ao Irão


 

Lusa / AO online   Internacional   4 de Fev de 2010, 15:34

O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Yang Jiechi, considerou esta quinta-feira que falar de novas sanções contra o Irão em relação ao programa nuclear só complica a situação, devendo antes apostar-se na via diplomática.
"Falar de sanções neste momento vai complicar a situação (…) A questão nuclear iraniana deve ser resolvida pelo processo diplomático", afirmou o ministro chinês numa intervenção no Instituto francês de relações internacionais (Ifri), um instituto de investigação independente com sede em Paris.

"As coisas continuam a mover-se e nós pensamos que é muito importante concentrarmo-nos no processo diplomático, através do diálogo e de consultas", acrescentou. "Devemos aproveitar todas as hipóteses de uma solução adequada e aceitável para todos", insistiu.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.