Chimpanzés consomem álcool de forma voluntária

Chimpanzés consomem álcool de forma voluntária

 

Lusa/AO online   Ciência   11 de Jun de 2015, 12:46

Um estudo revelado no Reino Unido adianta pela primeira vez que os chimpanzés que vivem em liberdade na África ocidental consomem álcool de forma voluntária, algo somente atribuível aos humanos até ver.

A investigação, publicada na revista "Royal Society", confirma trabalhos anteriores que indicam que os símios africanos e os seres humanos compartilham uma mutação genética que lhes permite metabolizar o álcool de forma efetiva.

Um grupo de chimpanzés em Bossou, na Guiné, tem consumido álcool há algum tempo e de forma recorrente, confirmou a equipa de especialistas liderada pelo japonês Tetsuro Matsuzawa, da Universidade de Quioto.

Entre 1995 e 2012 os especialistas seguiram o grupo de chimpanzés e comprovaram que estes ingerem grandes quantidades de etanol, também chamado álcool etílico, com uma graduação alcoólica até 3,8%.

Kimberly Hockings, da Universidade de Oxford, e coautora do estudo, indica que alguns dos animais beberam até 85 mililitros de álcool e mostraram depois "claros sinais" de embriaguez, nomeadamente sonolência.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.