Chefe do Governo das Bermudas visita os Açores a partir de segunda-feira


 

Lusa/AO Online   Regional   28 de Abr de 2016, 12:55

O chefe do Governo das Bermudas, onde 90% da população é de origem açoriana, inicia na segunda-feira uma visita aos Açores, onde vai assinar um memorando de entendimento com o executivo regional, foi hoje anunciado.

 

Segundo o gabinete de imprensa do Governo dos Açores, a deslocação de Michael Dunkley surge a convite do presidente do executivo regional, Vasco Cordeiro, em junho de 2015, aquando da deslocação do subsecretário regional da Presidência para as Relações Externas àquele arquipélago para assinalar os 165 anos da emigração açoriana.

Na deslocação ao arquipélago dos Açores, o chefe do Governo das Bermudas tem agendado um encontro com Vasco Cordeiro, na terça-feira, no Palácio de Santana, seguindo-se a assinatura do memorando de entendimento entre os dois governos.

Além de "consagrar, ao mais alto nível, a amizade que une os povos dos dois arquipélagos do Atlântico, contemplando áreas como a cultura, a história e as tradições populares", o memorando, que "resulta de uma base proposta pelos Açores, procede ao enquadramento da proximidade e da cooperação entre os dois executivos, incluindo, entre outras, matérias relacionadas com as políticas do mar e a conservação marinha", de acordo com o governo açoriano.

Ainda na terça-feira, Michael Dunkley visitará a Central Geotérmica da Ribeira Grande e o Nonagon – Parque de Ciência e Tecnologia de São Miguel, na cidade da Lagoa, e reúne-se com a SDEA – Sociedade de Desenvolvimento Empresarial dos Açores.

No dia seguinte, visita o Faial acompanhado do presidente do executivo regional.

Nesta ilha vai ser recebido pela presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, Ana Luís, antes de visitar o Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos e o Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, partindo depois para a ilha do Pico, onde estão previstas visitas ao Museu do Vinho, à Paisagem da Cultura da Vinha classificada como Património Mundial e ao Museu dos Baleeiros.

Cerca de 20 a 25% da população das Bermudas (território britânico ultramarino) é descendente de portugueses, dos quais 90% de origem açoriana, segundo estimativas.

As ilhas Bermudas foram destino da emigração açoriana desde o primeiro quartel do século XIX.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.