Chefe da diplomacia europeia pede acordo internacional para combater alterações climáticas

Chefe da diplomacia europeia pede acordo internacional para combater alterações climáticas

 

Lusa / AO online   Internacional   24 de Out de 2015, 11:03

A chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, pediu hoje um acordo internacional para combater as alterações climáticas, no dia em que se assinala o 70.º aniversário da entrada em vigor da Carta das Nações Unidas.

 

"Na cimeira do clima de Paris, em dezembro, devemos dar o passo seguinte. As alterações climáticas estão a ter consequências desastrosas em muitos países e precisamos de um acordo internacional ambicioso e juridicamente vinculativo", defendeu a responsável num comunicado hoje divulgado.

Federica Mogherini recordou que faz 70 anos que os representantes de 51 países ratificaram a Carta das Nações Unidas, que entrou em vigor a 24 de outubro de 1945, e agora 193 países são membros da Organização das Nações Unidas (ONU).

"Conseguimos construir uma comunidade global de que de facto precisamos. Os desafios que enfrentamos são globais e uma governação mundial efetiva nunca foi tão crucial", referiu.

A também vice-presidente da Comissão Europeia salientou que na União Europeia e na ONU nasceram "projetos para a paz, depois da pior guerra da história da humanidade", mas que estas partilham mais do que o desejo de paz.

"Temos uma visão de futuro, promovemos uma agenda global positiva que trabalhe pela paz, o respeito dos direitos humanos e o desenvolvimento para todos, defendeu.

Federica Mogherini referiu ainda que a adoção este ano da agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável foi uma grande conquista e assegurou: "Toda a gente reconheceu que só podemos avançar se avançarmos juntos".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.