Cerimónia dos Prémios Sophia 2014 celebra o cinema português e a música


 

Lusa/AO online   Cultura e Social   7 de Out de 2014, 09:31

A terceira edição dos Prémios Sophia, marcada para quarta-feira, em Lisboa, irá distinguir o cinema português estreado em 2013, mas prestará ainda homenagem à música portuguesa, desde os primeiros tempos do cinema sonoro.

 

A cerimónia, organizada pela Academia Portuguesa de Cinema, decorrerá no Centro Cultural de Belém, com apresentação de Ana Sofia Martins.

A liderar os prémios está o filme “Até amanhã camaradas”, de Joaquim Leitão, com quinze nomeações, na grande maioria das categorias: melhor filme, realização, representação e categorias técnicas.

Joaquim Leitão pegou nas filmagens que tinha feito há dez anos para a série televisiva “Até amanhã camaradas”, a partir do romance homónimo de Manuel Tiago – pseudónimo literário de Álvaro Cunhal-, e fez uma longa-metragem, estreada em 2013.

O realizador está também nomeado para os prémios Sophia com a longa-metragem “Quarta divisão”.

Para melhor filme estão ainda nomeados “A última vez que vi Macau”, de João Rui Guerra da Mata e João Pedro Rodrigues, “É o amor”, de João Canijo, e “Comboio noturno para Lisboa”, de Bille August, que teve coprodução minoritária portuguesa.

“Além da entrega dos prémios, queremos também que a cerimónia seja uma celebração. O tema é a música e o cinema; a música no cinema português. As músicas que marcaram o cinema português desde o sonoro até hoje. Fizemos uma escolha, de praticamente uma música por cada década do cinema português”, explicou à agência Lusa o presidente da Academia, Paulo Trancoso.

Em palco, no Centro Cultural de Belém, estarão Pedro Abrunhosa, Sérgio Godinho, noiserv, Pedro Jóia e Gisela João.

O diretor de fotografia Eduardo Serra, o produtor Henrique Espírito Santo e o realizador José Fonseca e Costa vão receber o prémio Sophia de carreira, pelo contributo para o cinema.

Descritos por Paulo Trancoso como “um ponto de encontro entre todos os que fazem cinema”, os Prémios Sophia terão apenas transmissão em direto na página oficial da Academia Portuguesa de Cinema.

Paulo Trancoso lamentou que a RTP tenha retirado o apoio à transmissão televisiva da cerimónia, alegando falta de meios técnicos.

Em 2015, a cerimónia dos Prémios Sophia deverá ser dedicada à mulher no cinema português.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.