Saúde

Cerca de 500 médicos pediram reforma antecipada

Cerca de 500 médicos pediram reforma antecipada

 

Lusa / AO online   Nacional   18 de Mar de 2010, 09:57

A ministra da Saúde, Ana Jorge, revelou que cerca de 500 médicos pediram para se reformarem antecipadamente, um número "muito elevado" e "preocupante", prometendo novidades para o Conselho de Ministros desta quinta-feira.
Segundo dados reunidos pelas administrações regionais de saúde, são quase 500 os médicos que anunciaram aos serviços onde trabalham que pretendem aderir à reforma antecipada, disse Ana Jorge, em declarações transmitidas pela TSF.

"É um número muito elevado, como é evidente", disse a ministra, acrescentando que está a estudar respostas com o Ministério das Finanças e com os sindicatos dos médicos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.