Centro Nacional de Referência para tratar doentes com sarcomas


 

Lusa / AO online   Nacional   11 de Ago de 2010, 15:38

Especialistas reunidos nos “Encontros da Primavera” sobre oncologia, que decorreu em Évora, defendem a existência de um Centro Nacional de Referência para tratar os doentes com sarcomas, tumores raros que representam cerca de um por cento de todos os tumores.
Estes tumores caracterizam-se por ser heterogéneos e precisam de uma abordagem multidisciplinar. A raridade e o facto de haver vários tipos de sarcomas dificultam o diagnóstico correcto e, por isso, segundo os especialistas, deve ser feito por profissionais de saúde experientes e conhecedores da doença.

Para José Casanova, da Unidade de Tumores do Aparelho locomotor dos Hospitais da Universidade de Coimbra, o Centro Nacional de Referência faz sentido não só “pela experiência que é necessária para tratar estes doentes, pela diminuição de probabilidade de erro nos diagnósticos com impacto na sobrevida e qualidade de vida destes indivíduos”.

Por outro lado, defendeu, responderá à “necessidade de haver estatísticas significativas e fidedignas nesta área, mas principalmente pela vantagem de tornar os tratamentos muito mais eficazes e economicamente mais rentáveis para o Serviço Nacional de Saúde (SNS)”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.