Centeno desvaloriza timing para conclusão de capitalização da CGD

Centeno desvaloriza timing para conclusão de capitalização da CGD

 

  Nacional   16 de Jun de 2016, 18:44

O ministro das Finanças escusou-se hoje, no Luxemburgo, a "fazer previsões" sobre datas para a conclusão do processo de capitalização da Caixa Geral de Depósitos, afirmando que "mais importante que timings" é que o mesmo "seja concluído com sucesso".

 

“Não vou fazer previsões quanto a ´timings´. É um processo que tem uma natureza de regulação e de supervisão bastante importante e bastante sensível para o país e para o seu sistema financeiro. E, portanto, mais importante do que ‘timings’ é que o processo seja concluído com sucesso”, declarou Mário Centeno no final de uma reunião de ministros das Finanças da zona euro.

Apontando para a complexidade de um “processo bastante transversal”, já que envolve “não só a área económica e financeira, mas também tem a área da concorrência e seguramente também a área da supervisão europeia”, o ministro disse que “as questões não ficam resolvidas nem aqui (Luxemburgo/Bruxelas), nem em Lisboa, nem em Frankfurt”.

“É um conjunto de decisões que têm que ser tomadas, que têm o seu próprio ‘timing’, e que o Governo pretende fazer dentro de um ambiente institucional e de tranquilidade, sem o qual estas questões não conseguem ter sucesso”, disse, insistindo por isso que “o ‘timing’ será aquele que processos desta natureza e com esta dimensão tiverem que ter”.

Na quarta-feira, o primeiro-ministro considerou que está quase concluído com a União Europeia o processo de recapitalização da CGD, assunto que Mário Centeno voltou hoje a abordar em encontros bilaterais com a Comissão Europeia, à margem da reunião do Eurogrupo no Luxemburgo.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.