Centenas de camiões bloqueados na fronteira do Irão com o Curdistão iraquiano


 

Lusa/AO online   Internacional   2 de Out de 2017, 16:17

Cerca de 600 camiões-cisterna de transporte de combustível estão bloqueados pelas autoridades iranianas junto à fronteira com o Curdistão iraquiano, segundo um responsável da Câmara de Comércio Irano-Iraquiana citado pela imprensa do Iraque.

O Irão anunciou no sábado proibir até nova ordem o transporte de produtos petrolíferos e energéticos de e para o Curdistão iraquiano, na sequência do referendo sobre a independência da região, realizado a 25 de setembro.

"Cerca de 600 camiões-cisterna", "transportando nomeadamente gasolina e gasóleo" foram impedidos de seguir para o Curdistão do Iraque", disse Seyyed Hamid Hosseini, secretário-geral da Câmara de Comércio.

"São 13.000 a 14.000 toneladas de carburante bloqueadas na fronteira", precisou, pedindo "medidas para os deixar passar", uma vez que os camiões em causa foram fretados antes da medida e mantê-los bloqueados pode ser perigoso.

Irão, Iraque e Turquia, todos com minorias curdas nos respetivos territórios, opuseram-se ao referendo e coordenam desde então medidas de retaliação política e económica.

Forças militares iranianas e iraquianas iniciaram por outro lado hoje manobras militares inéditas em território iraniano.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.