Eleições

CDU propõe plano de reabilitação urbana para centros historicos

CDU propõe plano de reabilitação urbana para centros historicos

 

Lusa/AO online   Regional   6 de Out de 2016, 15:24

O coordenador da CDU/Açores, Aníbal Pires, propôs hoje a criação de um plano de reabilitação urbana, que permita fixar população nos centros históricos e dinamizar o comércio tradicional em locais com potencial arquitetónico mas que se encontram "em ruínas".

 

"É necessário e propomos também a nível regional um plano de requalificação e reabilitação urbana que permita trazer gente para dentro das cidades. As cidades necessitam de manter a sua alma e para isso é necessário que as pessoas habitem os centros históricos", afirmou o candidato, em declarações à Lusa, após contactos com a população no centro da cidade da Horta, ilha do Faial.

Aníbal Pires, que é o cabeça de lista pelo círculo eleitoral da ilha de São Miguel e pelo círculo de compensação, disse que o arquipélago tem cidades com "uma arquitetura muito peculiar" e estruturas que "são de uma beleza ímpar", mas que "estão desabitadas e algumas delas até em ruínas", dando o exemplo da ilha do Faial, mas também de outras cidades e vilas dos Açores que "necessitam de uma intervenção".

Além de fixar população nos centros históricos, a proposta de criação de um plano de reabilitação urbana permitiria prestar também "um importante apoio e auxilio à dinamização do chamado comércio tradicional", segundo o candidato.

Na ilha do Faial, grupo Central, o coordenador da CDU/Açores, afirmou que é preciso "acabar algumas obras" no porto.

No caso do aeroporto do Faial, Aníbal Pires frisou que "é fundamental que o concessionário possa fazer as obras necessárias para garantir as condições de segurança e operacionalidade" desta infraestrutura, evitando assim "os constrangimentos à aviação civil e comercial".

"O PCP tem vindo a acompanhar a situação do aeroporto desde sempre. Aliás, tomamos várias iniciativas, mas ontem [quarta-feira] o grupo parlamentar do PCP na Assembleia da República entregou à mesa da Assembleia um conjunto de perguntas escritas ao Governo da República em que se equaciona exatamente esta questão do aeroporto da Horta e a necessidade de o Governo tomar medidas para que o concessionário possa fazer estas obras", acrescentou.

Na agricultura, e ao nível da produção de carne e de leite, o candidato defendeu que "é fundamental que estes dois setores continuem a merecer a atenção e os apoios necessários para que possam continuar a crescer" e "não a reduzir a produção".

"É fundamental que se apoie a diversificação da agricultura, que se apoiem produções biológicas de forma a que os nossos produtos possam ser valorizados também nesta perspetiva da produção biológica", preconizou, acrescentando que o partido propõe a criação, na dependência da direção regional do desenvolvimento agrário, de agências para apoiar e promover a agricultura biológica, uma forma de dinamizar o mercado interno.

Para a votação de dia 16 estão inscritos 228.160 eleitores que vão escolher os 57 deputados à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores para os próximos quatro anos.

De acordo com os resultados das eleições, o Representante da República nomeia depois o presidente do Governo Regional que, por sua vez, propõe os membros do executivo.

Treze forças políticas apresentam-se a votos, mas nem todas concorrem nos dez círculos eleitorais. Apenas aos círculos de São Miguel, que elege 20 deputados, e de compensação, que elege cinco, concorrem todas.

Nas últimas eleições regionais, realizadas a 14 de outubro de 2012, o PS venceu com maioria absoluta e elegeu 31 deputados, seguido de PSD com 20 mandatos e do CDS-PP com três. BE, CDU e PPM elegeram um parlamentar cada.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.