CDS-PP vota "em coerência" contra proposta do OE

CDS-PP vota "em coerência" contra proposta do OE

 

Lusa   Nacional   23 de Out de 2010, 16:05

O líder do CDS-PP, Paulo Portas, anunciou hoje o voto contra do partido à proposta de Orçamento do Estado para 2011, afirmando que “preza a coerência” e que já não acredita no Governo e no primeiro ministro.
“O CDS preza a coerência e é penhor de uma alternativa. Não estamos dispostos a negar tudo o que pensamos, a negar tudo o que fazemos e a negar tudo o que dizemos”, afirmou, acrescentando que o voto contra será “um não de direita” a uma política em que já não acredita.

Em conferência de imprensa na sede do CDS-PP, Paulo Portas fez uma análise muito negativa da proposta orçamental, afirmando estar convicto de que “pode levar o país à recessão”.

“Ora, eu que disse ao primeiro ministro para sair, não vou certamente votar de modo a que ele fique. Se amanhã o primeiro ministro vier dizer que a oposição não teve coragem para o mandar embora, eu quero poder dizer que votei em conformidade com um primeiro ministro em que não acredito, um governo em que não acredito e uma política com a qual não concordo”, sublinhou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.