Política

CDS/PP defende trabalho conjunto da GNR, PJ e PSP no combate à droga

CDS/PP defende trabalho conjunto da GNR, PJ e PSP no combate à droga

 

Lusa/AO online   Regional   11 de Nov de 2010, 17:04

O presidente do CDS/PP nos Açores, Artur Lima, desafiou as autoridades envolvidas no combate ao tráfico de droga a “alcançarem um entendimento” que resulte num esforço de actuação conjunta no arquipélago.
Numa reacção a notícias sobre a alegada proibição de intervenção da GNR em acções nesta área na região, em particular nos aeroportos e estações dos CTT, Artur Lima alertou para a circunstância de os Açores possuírem “taxas de consumo de qualquer droga ao longo da vida iguais às registadas nos maiores e principais distritos do país”.

“Enquanto não houve proibições como as que agora se constatam, ou seja, enquanto as forças policiais e criminais nos Açores trabalharam sem quaisquer tipos de condicionalismos, verificaram-se (nos Açores) decréscimos acentuados nos consumos de heroína e ecstasy”, afirmou o líder regional do CDS/PP.

Por essa razão, Artur Lima defendeu que importa “colocar de parte todas e quaisquer eventuais divergências entre comandos de forças policiais e criminais nos Açores”, tanto mais que, “do ponto de vista legal, todos (GNR, PJ e PSP) têm a sua quota-parte de responsabilidade nas acções de combate ao tráfico de droga”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.