Governo

CDS-PP critica comportamento de Costa e de Catarina Martins

CDS-PP critica comportamento de Costa e de Catarina Martins

 

Lusa/AO online   Nacional   14 de Out de 2015, 17:54

O CDS-PP manifestou-se disponível para prosseguir negociações com os socialistas, mas não encenações, e criticou o comportamento da porta-voz do Bloco de Esquerda (BE) e do secretário-geral do PS face ao resultado das legislativas.

 

Na residência oficial do primeiro-ministro, em Lisboa, onde o CDS-PP foi recebido a propósito da reunião do Conselho Europeu desta quinta-feira, o eurodeputado e dirigente centrista Nuno Melo acusou a porta-voz do BE, Catarina Martins, de ter insultado os eleitores que votaram na coligação Portugal à Frente, sem a nomear.

"Não é normal, por exemplo, que uma representante de um partido à esquerda do PS que representa 10,2% dos votos insulte mais de dois milhões de portugueses dizendo, à saída de uma reunião com o PS, e perto do doutor António Costa, que o Governo do doutor Pedro Passos Coelho e do doutor Paulo Portas acabou", considerou Nuno Melo, em declarações aos jornalistas.

"Como não é normal e revela muito que o doutor António Costa secretário-geral do PS, que se convenceu que venceu eleições, mas não venceu, perante isso fique calado, quando em simultâneo, supostamente, estaria a conversar com os partidos à sua direita, com o PSD e com o CDS-PP", acrescentou.

Ainda relativamente ao comportamento do secretário-geral do PS, o vice-presidente do CDS-PP disse: "A coligação não teve uma maioria absoluta, mas venceu as eleições. Não é normal ter o doutor António Costa a comportar-se como se as tivesse vencido, numa expectativa de que teria já sido indigitado primeiro-ministro, uma coisa que não foi".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.