CDS-PP assinala mais um mês com "motivos para preocupações" orçamentais


 

LUSA/AO online   Nacional   25 de Mai de 2016, 17:41

A vice-presidente do CDS-PP Cecília Meireles sublinhou que este é "mais um mês" que "traz motivos para preocupações

"Há dois fatores fundamentais. Um é o défice, que continua a aumentar, quer face ao que aconteceu no trimestre passado, quer face ao mesmo período do ano passado", destacou, em declarações aos jornalistas no parlamento.

O défice orçamental, em contas públicas, atingiu os 1.634 milhões de euros até abril, mais 56 milhões de euros do que no mesmo período de 2015, segundo informou hoje o Governo. O Ministério das Finanças afirmou que o défice nos quatro primeiros meses do ano "representa 29,7% do previsto para o ano" inteiro, sendo que em 2015 correspondia a cerca de 31%.

"Em segundo lugar, há outro fator fundamental e que continua sem estar resolvido e que já se tinha percebido na última execução - os pagamentos em atraso estão a aumentar de forma significativa. Continuamos com quase mais 100 milhões de euros face ao que tínhamos em dezembro de 2015, sobretudo no setor da saúde", continuou a deputada do CDS-PP.

De acordo com a síntese da execução orçamental, publicada pela Direção-Geral do Orçamento (DGO) após o comunicado das Finanças, esta evolução do défice orçamental até abril "resultou de um crescimento da receita (0,5%) inferior ao da despesa (0,7%)" e os pagamentos em atraso das entidades públicas foram reduzidos em 16 milhões de euros em abril face ao mês anterior, situando-se nos 1.015 milhões de euros.

 



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.