Política

CDS critica má gestão da Culturangra

CDS critica má gestão da Culturangra

 

Lusa/AO online   Regional   21 de Dez de 2010, 17:13

Vice-presidente do CDS/PP dos Açores Félix Rodrigues acusou esta terça-feira o Governo Regional de tratar a cultura de Angra do Heroísmo como “parente pobre”, justificando assim a sua demissão da Empresa Municipal Culturangra.
“Existem determinadas confusões acerca das atribuições de várias instituições, na gestão diária da Culturangra”, disse Félix Rodrigues durante uma conferência de imprensa sobre a sua demissão de vogal do Conselho de Administração da Empresa Municipal Culturangra, apresentada a 10 de Dezembro.

“Sinto-me desiludido e frustrado com determinados aspectos que não correram conforme as minhas expectativas”, disse.

“Há uma mistura entre Câmara Municipal e Culturangra” e “já é altura de haver uma separação”, afirmou o responsável, acrescentando: “É uma mistura que a mim não me serve”.

O vice-presidente do CDS/PP Açores salientou ainda que a política cultural do concelho é definida pela Câmara, “apesar das competências da Culturangra”.

“Há uma necessidade de clarificar competências” e “a maioria das pessoas desconhece as competências da Culturangra”, disse.

Félix Rodrigues acusou também a presidente do Conselho de Administração, Andreia Cardoso, de ter “pouca disponibilidade para estar na empresa” e de ter “dificuldades em distanciar-se do facto de também ser presidente da Câmara Municipal”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.