Cavaco Silva classifica livro como "prestação de contas" aos portugueses

Cavaco Silva classifica livro como "prestação de contas" aos portugueses

 

Lusa/Açoriano Oriental   Nacional   16 de Fev de 2017, 17:32

O anterior Presidente da República, Cavaco Silva, classificou o livro que hoje apresenta como "uma prestação de contas", sem o qual "ficaria incompleto" o conhecimento dos portugueses sobre o tempo "conturbado e complexo" que viveu em Belém.

"Este livro, "Quinta-feira e outros dias", é em primeiro lugar uma prestação de contas aos portugueses pela forma como exerci as funções de Presidente da República", afirmou Cavaco Silva, na apresentação da obra, que decorreu no Centro Cultural de Belém em Lisboa.

Sublinhando que sempre fez questão de prestar contas dos cargos públicos que exerceu, Cavaco Silva considerou que se não o fizesse agora "ficava incompleto o conhecimento de um tempo complexo, bastante complexo da vida nacional" que disse ter vivido durante os dez anos como Presidente da República.

Na plateia completamente cheia da sala Almada Negreiros do Centro Cultural de Belém, estão presentes os líderes do PSD, Pedro Passos Coelho, e do CDS-PP, Assunção Cristas.

O antigo Presidente da República Ramalho Eanes, e a mulher, os ex-ministros do anterior executivo de coligação PSD/CDS-PP Maria Luís Albuquerque, António Pires de Lima e Marques Guedes são outras das figuras presentes.

Os antigos ministros de Cavaco Silva Leonor Beleza, João de Deus Pinheiro, Couto dos Santos ou Teresa Patrício Gouveia e outras figuras do PSD e CDS-PP, como Fernando Negrão, Teresa Leal Coelho, Teresa Morais, Bagão Félix, são outros dos presentes.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.