Casa Branca não exclui visita do líder cubano Raul Castro a Washington

Casa Branca não exclui visita do líder cubano Raul Castro a Washington

 

Lusa/AO online   Internacional   18 de Dez de 2014, 17:58

Uma visita do Presidente cubano, Raul Castro, aos Estados Unidos "não está excluída" após o anúncio da aproximação histórica entre Washington e o regime de Havana, afirmou a Casa Branca.

 

“Eu não excluiria uma visita do Presidente Castro”, declarou o porta-voz da administração norte-americana, Josh Earnest, que já tinha admitido na quarta-feira a possibilidade de uma visita do chefe de Estado norte-americano, Barack Obama, a Cuba.

Os presidentes dos Estados Unidos e de Cuba anunciaram na quarta-feira o restabelecimento de relações diplomáticas entre os dois países. Washington e Havana não têm relações diplomáticas oficiais desde 1961

“Não está nada previsto nesta fase (…) mas eu não excluiria uma visita presidencial”, disse, na quarta-feira, Josh Earnest.

“Se [o Presidente] tiver uma oportunidade para ir [a Cuba], não a deixará passar”, acrescentou na mesma altura o porta-voz.

No mesmo dia, em declarações ao canal de televisão ABC, o próprio Barack Obama falou sobre essa hipótese.

“De momento, não tenho um projeto sobre isso, mas vamos ver como as coisas evoluem”, disse o Presidente norte-americano.

Os dois líderes já protagonizaram um momento histórico quando em dezembro de 2013, durante as homenagens ao antigo chefe de Estado Nelson Mandela na África do Sul, deram um aperto de mão.

Obama vai dar uma conferência de imprensa na sexta-feira na Casa Branca, antes de partir para o Havai, onde vai passar duas semanas de férias com a família.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.