Carlos César diz não estar “imediatamente muito animado” sobre solução para lesados do Banif

Carlos César diz não estar “imediatamente muito animado” sobre solução para lesados do Banif

 

LUSA/AO Online   Regional   12 de Nov de 2017, 14:56

O líder parlamentar do PS na Assembleia da República, Carlos César, disse não estar “imediatamente muito animado” sobre uma solução para os lesados do Banif, salientando que se trata de uma matéria de “grande complexidade”.

“Não estou imediatamente muito animado sobre este assunto”, afirmou Carlos César, à margem da reunião da Comissão Regional do PS/Açores, do qual é presidente honorário, que decorreu em Ponta Delgada, São Miguel, ilha onde os lesados açorianos do Banif estiveram reunidos. Confrontado com a reunião e questionado sobre se vai haver uma solução para os lesados do Banif, o presidente do grupo parlamentar socialista declarou que gostaria que houvesse, “mas é uma matéria de grande complexidade e que não depende do Governo propriamente dito, mas de outras entidades”. A este propósito adiantou que “o primeiro-ministro já teve, aliás, oportunidade de receber, quer lesados dos Açores, quer da Madeira, e os organismos que os representam”, além de conversas “com algumas entidades que têm maior poder de decisão sobre o assunto, mas é uma matéria de grande dificuldade”. “O que nós gostaríamos era que, depois do tratamento que alguns dos lesados do BES tiveram, seja possível acolher numa parte deste problema, mas não estou imediatamente muito animado sobre este assunto”, vincou. Em 20 de dezembro de 2015, o Governo e o Banco de Portugal anunciaram a resolução do Banif – Banco Internacional do Funchal, com a venda de parte da atividade bancária ao Santander Totta, por 150 milhões de euros, e a transferência de outros ativos - incluindo 'tóxicos' - para a nova sociedade veículo. O Banif era o sétimo maior grupo bancário português e líder de mercado nos Açores e na Madeira.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.